Livro Realidade Sintética

Capa do livro, lançado em julho desse ano

Participei desse ano do projeto do livro Realidade Sintética: Jogos Eletrônicos, Comunicação e Experiência Social, organizado pelos amigos Thiago Falcão e Luiz Adolfo de Andrade, ambos pós-graduados pela UFBA. O livro reúne reflexões de grandes nomes nacionais do campo da Comunicação e internacionais do campo dos game studies. Participei traduzindo um dos artigos dentre aqueles convidados estrangeiros – Playing as Players, de Torill Mortensen.

O mesmo trata-se de uma contribuição importante para a área pois aborda questões metodológicas na compreensão dos usuários de Multi-User Dungeons (MUDs), no que tange à forma como estariam situados em um contexto situado da narrativa do jogo, que enquadraria as ações principalmente de duas maneiras: no modo como podem interferir na narrativa construindo novos argumentos para reforçar algumas situações ou personagens; e no modo como estariam interagindo com os demais usuários, através de recursos possíveis e de um vocabulário inerente ao contexto.

Divisão

O livro está dividido em três partes: Jogos Eletrônicos e Redes Sociais – com contribuições de Raquel Recuero, Simone de Sá, Nelson Zagalo,  Tarcízio Silva e Marcel Ayres; Jogos Eletrônicos e Experiência Urbana – com contribuições de André Lemos, Markus Montolla, Annika Waern e Christy Dena; e, finalmente, Mundos Virtuais, com colaborações de Suely Fragoso e do artigo de Mortensen no qual traduzi. O intuito principal foi criar um conjunto de trabalhos que envolvessem não só video games,  mas em especial dinâmicas de sociabilidade e apropriação empreendidas nestes, além de preencher uma lacuna existente quando o assunto é bibliografia em língua portuguesa sobre o tema.

O livro está à venda na loja virtual da Livraria Cultura. Cópias também podem ser adquiridas com Luiz Adolfo (luizadolfondrade@gmail.com).

Anúncios