Novo flickr ou nova página de fotos?

Reprodução da nova página do site; mudanças passam a vigorar nas próximas semanas

A partir da próxima semana, o Flickr apresenta a nova página de exibição de fotos disponível para todos os usuários[1]. Em seu blog oficial, anunciou a nova página de fotos, prometendo que “descobrir, compartilhar e organizar suas fotos ficou ainda mais fácil”. A questão que me proponho a refletir aqui: o que há de novo? Fazendo aqui uma análise do que tem de novo, ou diferente, procuro enfocar na página de imagens do usuário – naquela que foi clicada para visualização em tamanho maior, para se ter mais informações da mesma ou para querer interagir: comentando, “favoritando”, inserindo tags etc.

Página de exibição
As fotos agora estão bem maiores. E o tamanho acompanha também a nova resolução do site, que passa a ser 1024×768. A justificativa, segundo o post no blog oficial, é conveniente: “Suas fotos ficam melhores quando elas são grandes”. Tal discurso é corroborado tanto por designers, ao pensar na diagramação de uma mídia impressa ou num site, como por estudiosos do campo da arte e curadores. Imagens maiores causam maior impacto na visualidade das mesmas, para o espectador. Por isto, costuma-se em uma exposição dar ênfase aos quadros com maiores dimensões e nos jornais e sites as notícias “mais importantes” aparecem com fotos em maiores dimensões – ou adotam outra estratégia: as melhores fotos têm privilégio, sendo exibidas em maior dimensão a fim de tomar a atenção do leitor pela qualidade da mesma.

Título da foto, que agora aparece abaixo da mesma. Ou não parece também uma legenda?
Título da foto, que agora aparece abaixo da mesma. Ou não parece também uma legenda?

Quanto ao título e legenda das imagens, o que pode ser chamado de título aparece abaixo destas, antes da legenda. De acordo com a equipe de desenvolvedores, a idéia do título da foto está próximo da descrição da foto é para ressaltar as informações. De fato, percebe-se um maior destaque na foto, em detrimento do título da mesma – que passa a funcionar como um título da legenda a partir de agora; essa minha percepção é reforçada quando se vê fotos em que não há legendas, mas apenas título, como na reprodução desse post abaixo.

Já com relação às demais informações da imagem, percebeu-se uma preocupação em que o usuário a visualizar uma imagem possa ser levado a outras que sejam de seu interesse, quando eles remodelaram o que eles chama de “rolo de filme”: as imagens que aparecem em menor tamanho ao lado direito agora são cinco, e são facilmente acessadas entre as da galeria do usuário, dos álbuns nos quais a imagem pertence e nos grupos em que o usuário postou a mesma. Isto facilita a navegação, e a possibilidade de você ser levado a outras imagens do seu interesse.

No que se refere às ações que apareciam acima da foto – adcionar tags, notas ou pessoas, favoritar – somem os ícones e passam a ser apenas um menu de ações. Os desenvolvedores pretenderam com isto dar ênfase as imagens, evitando perder o foco da atenção com a quantidade de botões que apareciam acima da imagem. Só uma pesquisa mais aprofundada compreenderia se as ações, da forma como apareciam, realmente “atrapalhavam” a visualização. Do ponto de vista do usuário, achei que ficou menos informações expostas de uma só vez, o que é melhor.

Por fim, no que se refere ao novo recurso de visualização em maiores tamanhos, essa função dá uma nova dinâmica, pois é possível que amplie o tamanho da imagem sem necessariamente ir para a página em que se vê todos os tamanhos possíveis da mesma. É interessante pelo fato de não ser mais necessário ficar carregando novas páginas para ter que ver uma imagem ampliada.

Questionando…
Como se percebeu, as alterações foram todas no sentido de dar ainda mais ênfase nas imagens em si. Quero compreender melhor essa estratégia que, a meu ver, não é apenas para aprimorar o layout, mas também naquilo que lanço como hipótese: em virtude de outros sites de redes sociais[2] que agora passam a ter álbuns de fotos com cada vez mais recursos para interagir e navegar, o Flickr investe ainda mais na visualização dos posts dos usuários no sentido de enfatizar a qualidade das fotos em um sentido estético, ao mesmo tempo enfatiza a qualidade dos seus usuários fotógrafos.

Ou seja, as fotos no Flickr são também para apreciadores da fotografia, que valorizam a foto em si e não apenas para aqueles interessados em compartilhar fotos de viagens, festas ou encontros com os amigos, por exemplo. Sem esquecer que estas possam vir a ter uma ênfase também em questões voltadas ao enquadramento, exposição, jogo de luz e sombra, enfoque, dentre outros discursos técnicos ou estéticos que possam ser compartilhados; porém a interação acima de tudo se baseia no interesse dos atores envolvidos: para quem apenas quer compartilhar experiências cotidianas com amigos, essas questões supracitadas são deixadas em segundo plano.

Daí o título desse post vir seguido de uma interrogação, no sentido de tentar refletir de que forma essa atualização opera no sentido de ajudar a alterar a forma como o Flickr se situa nesses sites promotores de redes sociais.


[1] Quem é cliente Pro já pode fazer o “upgrade” para a nova página de fotos
do site.
[2] Principalmente os sites de relacionamento e aqueles que servem como
auxiliar ao twitter, para se poder postar fotos e enviar tweets das mesmas.
Anúncios